VOLTAR
05/09/2018

RESSOCIALIZAÇÃO: Cida vai levar visitas virtuais a todos os presídios

. As conversas são por chamadas de vídeo, que duram cerca de meia hora, e acompanhadas por agentes penitenciários. As detentas utilizam o computador instalado na unidade, enquanto os familiares têm acesso via celular ou computador, como em uma chamada de

Cida Borghetti - RESSOCIALIZAÇÃO: Cida vai levar visitas virtuais a todos os presídios

A governadora e candidata à reeleição, Cida Borghetti, (coligação PP-PSDB-PTB-PROS-PMB-PMN-DEM) afirmou que  o projeto Visita Virtual que possibilita que as detentas da Penitenciária Feminina do Paraná (PFP), em Piraquara, revejam suas famílias por chamada de vídeo será levado para as 31 penitenciárias do Paraná. As conversas são por chamadas de vídeo, que duram cerca de meia hora, e acompanhadas por agentes penitenciários. As detentas utilizam o computador instalado na unidade, enquanto os familiares têm acesso via celular ou computador, como em uma chamada de vídeo normal. 

 

    “Cerca de 70% das detentas não recebem visita dos familiares e isso impacta na ressocialização. O projeto, ainda em fase piloto, é inédito no Brasil e será estendido a todas as 31 unidades penais do Paraná”, afirmou Cida durante reunião com advogadas  na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subsessão Paraná. 

 

    De acordo com a candidata o Visita Virtual visa a humanização do tratamento penal e contribui para a ressocialização dos detentos, que fortalecem os vínculos com os familiares. “A nossa intenção, com a criação do projeto, é tentar reaproximar os detentos de suas famílias, que muitas vezes moram longe e não conseguem visitá-los”, disse. 

 

MAIS ECONOMIA- Além disso o Visita Virtual reduzirá custos do estado. Os equipamentos que serão utilizados são os mesmos instalados nas 31 penitenciárias para as web audiências, programa do Estado e Tribunal de Justiça para agilizar os processos, reduzir custos e evitar deslocamentos dos presos. Em 60 dias, foram feitas 150 videoconferências. Nesse período 150 presos deixaram de escoltados para participarem de audiências.

    

As audiências acontecem no período da tarde e no restante do tempo o equipamento ficava ocioso. O novo sistema oferece mais agilidade, segurança e economia aos cofres públicos, já que evita o deslocamento de presos.  “São ações inovadoras que fazem o uso adequado da máquina pública e recursos do estado. Este é o novo modelo de gestão que dá certo moderna, firme e eficaz”, garantiu. 

    

Pela proposta, para ter acesso a visita virtual, que é um beneficio, é necessário que o preso apresente bom comportamento, disciplina e cumpra suas obrigações.

 

TECNOLOGIA- Outro projeto apresentado pela candidata é o bodyscanner.  Segundo Cida, serão instalados 25 escâneres corporais nas penitenciárias do Estado para acabar com as “revistas vexatórias” e garantir a integridade física e moral dos visitantes, além da segurança dentro dos presídios. Os bodyscanner serão no mesmo formato dos da polícia federal, que fazem a revista, sem a necessidade de contato físico.